Bizarro mas verídico: O Pingo Doce do meu…

vitormadeira.com - 2013-03-22 Saco reutilizável no Pingo Doce 01(Esta vai para os fervorosos contestatários do acordo ortográfico de 1992…)

“Sois alma e vida minha
Pingo Doce do meu curação
Sois a minha loja preferida
Onde compro tudo
Com satisfação”

Cada saco custa 50 cêntimos, e tem a grande vantagem de ser reutilizável (logo, ‘ecológico’ / ‘verde’ / ‘amigo do ambiente’ / ‘etc’…)

Mas será amigo da língua portuguesa?

.

vitormadeira.com - 2013-03-22 Saco reutilizável no Pingo Doce 02

Certamente bizarro, mas verídico! (foto de 18 de março de 2013 em Portimão)

.

Como? …perguntam-me porque é que dediquei esta publicação aos ‘fervorosos contestatários do acordo ortográfico de 1992’? – Um destes dias escreverei a explicar a minha opinião!)

.

*** ADENDA ***

Através do Facebook, recebi as seguintes mensagens da Natália Nunes e da Mee Cloud:

  • É  a imitar os bordados antigos do Minho, chama-se os lenços dos namorados, e eram feitos pelas as raparigas para oferecem aos namorados e muitas não tinham grande instrução, por isso terem muitos erros ortográficos,era tradição.

Pode-se dizer que já aprendi um pouco mais sobre a nossa cultura… 😉

Anúncios
Categories: Algarve, Alma do tempo, Bizarro mas verídico!, Curiosidades, Demasiado tempo livre a mais, Entre o teclado e a cadeira, Humor, Momento de Basbaque, Portimão, Publicidade traiçoeira, Vale por mil palavras | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , | 6 comentários

Navegação de artigos

6 thoughts on “Bizarro mas verídico: O Pingo Doce do meu…

  1. “curação” é cultura, património linguistico, constante no típico lenço de namorados do Norte de Portugal e deixo aqui uns exemplos:
    http://www.aceav.pt/blogs/mcsvicente/Lists/Fotografias/len%C3%A7os/lenco.bmp

  2. Paula

    E eu ca fora pensando que so nos, imigrantes, cometiamos tais erros …upppss! :o(

    • Paula, parece que o efeito que causa este tipo de ‘distorção’ (vou chamar-lhe assim) é semelhante ao que leva aos emigrantes a seguirem caminhos parecidos, ou seja: o isolamento!

      O isolamento faz com que passemos a escrever tal como falamos, quando a “raíz educativa” já se desvinculou do ensino há algum tempo. O sentido está todo lá, só se desvirtua a componente académica / cientifico-social da coisa…

      A meu ver, é simplesmente natural do ser humano! 😉

  3. Ana Silva

    É uma falta de respeito para com a língua portuguesa que tão mal tratada anda …

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: