Posts Tagged With: pop

Ficámos sem David Bowie…

 

David Bowie

Hoje o dia iniciou especialmente atribulado lá por casa. Quem tem filhos pequenitos sabe que o inicio das segundas feiras é sempre uma tremenda aventura.

A mais crescida já vai com os seus 6 anitos, prestes a fazer os 7, e desta vez estava um pouco ensonada de mais, pelo que decidi procurar qual dos canais habituais (RTP2 e Panda) teria uns desenhos animados mais propícios para lhe trazer um pouco mais de alento para melhor despertar. A escolha recaiu sobre a RTP2, mas como habitualmente, antes de passar pelos canais da animação infantil, passo os olhos pelo canal 1 da RTP, de forma a obter um breve olhar sobre o rodapé rotativo anunciando a notícia principal do dia.

“Morreu David Bowie aos 69 anos rodeado pela família.”

Doeu! Mesmo muito.

Há que anos que he habituei a viver com a música do “camaleão”, e volta e meia, o meu álbum favorito (Earthling) passava pela minha lista mensal de música obrigatória a ouvir para desenjoar da rádio (já leram a minha crítica à M80, certo?).

Estes últimos dias não eram grande exceção, e a par com algumas das muitas passagens pelo Earthling, andei a revisitar outros dos temas de álbuns anteriores que foram, também eles, parte da minha juventude nos anos 80 e 90, como o épico Heroes, o apaixonante Absolute Beginners, entre tantos outros êxitos daquele que provavelmente terá sido um dos maiores artistas pop britânicos a conseguir influenciar maior número de músicos de diversas gerações ao longo de quase cinco décadas de carreira sempre com a inovação e a auto-reinvenção na ordem do dia.

Ainda há três dias atrás, David Bowie havia completado 69 anos de idade, e, curiosamente, após alguns anos “desaparecido”, havia escolhido precisamente o dia 8 de janeiro de 2016 para lançar o seu mais recente álbum de originais (Blackstar).

Claro que, vistas bem as coisas, e porque se sabe agora que faleceu devido à batalha de 18 meses perdida contra uma doença oncológica, tudo terá sido preparado com a mestria que seria de esperar vindo de quem veio. Quase que se poderia dizer que Bowie terá tentando sincronizar o dia do lançamento da sua derradeira obra, com o dia da sua própria morte, mas isso já é muita especulação.

Porque Earthling é provavelmente um dos álbuns menos conhecidos de David Bowie (vá, também porque é o meu favorito dele) proponho ouvi-lo todo de uma ponta à outra, pois mesmo sabendo que conta quase com 20 anos desde que foi editado, atrevo-me a dizer que, caso tivesse sido lançado hoje, estaria tão atual como qualquer obra de originais com que o ‘mainstream‘ nos presenteia diariamente:

Anúncios
Categories: História e Acontecimentos, Música, Musicos com GARRA! | Etiquetas: , , , , , , , , | 2 comentários

Músicos com GARRA: Muse – Take a bow

Não há muito tempo que tenho andado a descobrir com um pouco mais de detalhe a obra musical dos Muse e sinceramente pergunto-me porque é que só agora tomo conhecimento de certos detalhes?

Take a bow é o tema de abertura do álbum “Black Holes and Revelations” (2006) e creio que muitos de nós temos andado completamente ao lado da mensagem tão explícita que nos é proposta neste tema.

Em 2008 os Muse estiveram em Portugal, actuando no festival Rock in Rio (parque da Bela Vista em Lisboa) e terminaram o concerto com este tema. Eis o video:

Com uma mensagem tão clara (e ao mesmo tempo tão explícita) na letra da canção, resolvi traduzir para o português:

.

=== Muse – Take a bow (portugês) =========
Corrupto,
Seu corrupto,
Trazes corrupção a tudo o que tocas

Sustém-te,
Eis-te a ti,
E eis-te perante todos por tudo o que fizeste

E magia,
Lanças feitiços,
Lanças feitiços sobre o país que diriges

E arriscar,
Vais arriscar,
Vais arriscar todas as suas vidas e as suas almas

E arde,
Vais arder,
Vais arder no inferno, sim, vais arder no inferno,
Sim, vais arder no inferno (x 2)
Pelos teus pecados

E a nossa liberdade a consumir-se em si própria,
O que nos tornámos,
É contrário aquilo que queríamos

Prosterna-te!

Morte,
Trazes morte e destruição a tudo o que tocas

Paga,
Tens que pagar,
Tens que pagar pelos teus crimes contra a terra!

Sim, as bruxas!
Alimentas as bruxas,
Alimentas as bruxas do país que amas!

Agora implora!
Vais implorar!
Vais implorar pelas suas vidas e pelas suas almas!

Agora arde!
Vais arder!
Vais arder no inferno, sim, vais arder no inferno
Sim tu vais arder no inferno (x4)
Pelos teus pecados
=================================

.

Para mim, são uns músicos com GARRA e trazem uma mensagem sobre a qual impera meditar…

Categories: Alma do tempo, Boas vindas, Coisas Divinas, Curiosidades, Música, Momento de Basbaque, Musicos com GARRA!, Pensamentos e Filosofias, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: