Bizarro mas verídico!

Estrada Nacional 125 – Todo o cuidado será pouco!

Esta foto está hoje a ser partilhada através das redes sociais e demonstra os momentos após um brutal acidente ocorrido ontem (9 Jul 2012) no troço da Estrada Nacional 125 entre Portimão e Lagoa (foto tirada nesse sentido de direcção do trânsito), junto a Estombar.

Segundo testemunhos de quem lá passou, estiveram envolvidos no acidente três viaturas (uma carrinha Toyota Hiace, um Volkswagen Passat, e um Renault Clio – sendo esta última a viatura capotada à esquerda na imagem), tendo estado este troço cortado nos 2 sentidos toda a manha de ontem.

Ora, neste blog de impressões pessoais não será minha intenção dar notícia dos vários acidentes que (muito infelizmente) vão ocorrendo um pouco por todo percurso da Estrada Nacional 125, mas quer como natural do Algarve, quer como morador (também no Algarve) ou como condutor (pois, também aqui no Algarve) será de todo impossível não falar pelo menos uma vez que seja acerca deste assunto por aqui…

Sobre este acidente em particular, e porque passo por ali consideráveis vezes, sinto-me no direito de opinar dizendo que este troço já nasceu “coxo”, uma vez que considero que deveria ter sido construído de raiz com 2 faixas de rodagem em cada sentido, sendo que a ponte “nova” sobre o rio Arade (gémea da ponte internacional sobre o rio Guadiana) também deveria ter sido logo preparada para tal.

Haverá algum condutor barlaventino que que não saiba que ali é um dos poucos pontos da EN125 entre Lagoa e Portimão onde por vezes se pode fugir aos 40/50 Km/h com que habitualmente se circula em toda a EN125, aproveitando por isso para efectuar uma ou outra ultrapassagem? (e não, não estou a falar de ‘loucuras ao volante’, pois segundo o código da estrada, ultrapassar não é proibido!)

E será que alguém no seu perfeito juízo poderá aceitar que em quase todo o percurso da EN125 se conduza a médias que oscilam entre os 20 e os 50Km/h? (a EN125 tem cerca de 160 quilómetros de extensão!) Já imaginaram bem o que é fazer pelo menos 40 ou 50 quilómetros a 20 ou a 40 Km/h? Qual o estado de exaustão em que um condutor que diariamente faça estes percursos se encontrará no seu dia a dia?

.

Não sei como foi este acidente em particular, mas pela foto só pode ter havido um choque frontal, logo, depreendo que tenha ocorrido após uma ultrapassagem mal pensada / demasiado arriscada (fruto de paciência “torrada” após muito tempo a conduzir a 30/40 Km/h, após quilómetros e quilómetros a fio com o Sol a queimar e a tolerância a estas situações esgotantes completamente esgotada…)

Infelizmente, ainda temos Julho e Agosto pela frente, pelo que, todo o cuidado será mesmo muito pouco…

(mesmo sabendo que, provavelmente muitos outros acidentes mais irão também ocorrer, caso as portagens não sejam suspensas para podermos ter alternativa real a este tão grande flagelo…)

Propostas construtivas:

  • De um ponto de vista RADICAL: Suspender definitivamente as portagens na Via do Infante (“A22”)
  • De um ponto de vista mais racional (tendo em vista a situação de crise que se vive): Considerando que o turismo representa perto de 10% do Produto Interno Bruto do país, seria urgente suspender as portagens na Via do Infante no período compreendido entre a segunda quinzena de Junho e a primeira quinzena de Setembro, pois é o período mais crítico de recepção de veraneantes no Algarve.
  • De um ponto de vista estatístico: Propor às comissões de utentes de estradas do Algarve para que, juntamente do INEM, das várias Associações de Bombeiros do Algarve, bem como da GNR e PSP, compilarem detalhadamente os acidentes que todos os dias vão ocorrendo na EN125. (pode ser que ajude a quem de direito a compreender melhor o que realmente se vive aqui no Algarve com as portagens na Via do Infante activas)
  • De um ponto de vista prático: Sugerir que o troço da EN125 entre Portimão e Lagoa possa ser alargado para 2 faixas de rodagem em cada sentido de forma a poder realmente funcionar como alternativa viável perante o fluxo de trânsito que por ali se verifica.

.

Que postal de férias desejamos deixar para os que nos visitam no verão?

.

Para ajudar a reflectir, fica um tema invariavelmente ligado à nossa Estrada Nacional 125:

Anúncios
Categories: Algarve, Alma do tempo, Bizarro mas verídico!, História e Acontecimentos, Pensamentos e Filosofias, Portimão, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Dia Mundial da Criança – Mas que raio se passa aqui…?

Imagem

Já nem me recordo como é que este video me veio “parar às mãos”, mas nos comentários no Youtube apenas são enaltecidas as grandes capacidades destas crianças em executar esta peça musical…

Mas eu coloco esta questão: O que tiveram que sofrer estas crianças nas horas (ou dias OU SEMANAS) em que tiveram que ensaiar para conseguirem chegar a este ponto? Acham mesmo que isto é natural?

Um dia saberemos respeitar as crianças…

Categories: Bizarro mas verídico!, Curiosidades, Demasiado tempo livre a mais, Música, Momento de Basbaque, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Péssimas notícias: Anunciado o abandono da ligação marítima entre Portimão e Funchal (Algarve – Madeira)

O armador espanhol Naviera Armas anunciou que vai abandonar a ligação por ferry entre Portimão e a Madeira já a partir do próximo fim de semana, situação que está a ser acompanhada com preocupação no Funchal e no Algarve, apurou o Sul Informação.

Segundo a edição online do Diário de Notícias da Madeira, a Naviera Armas enviou na manhã de ontem uma informação aos seus maiores clientes naquela região autónoma a anunciar o fim das suas operações entre a Madeira e o sul de Portugal.

«Salvo mudanças imprevisíveis de última hora, a Naviera Armas realiza no próximo fim-de-semana a sua última viagem regular Funchal-Portimão-Funchal», revela a nota enviada por correio eletrónico e assinada pelo diretor da linha Javier Garcia, citada pelo DN/M.

Manuel da Luz, presidente da Câmara de Portimão, disse ao Sul Informação que esta autarquia está «a acompanhar com muita preocupação» o caso, já tendo mesmo pedido «informações oficiais» ao armador espanhol.

«Se tivermos informação oficial, apesar de não se tratar de um tema da jurisdição municipal, poderemos fazer um alerta junto do Governo», sublinhou o autarca portimonense.

Manuel da Luz acrescentou que, «se se concretizar, o fim do ferry Portimão-Madeira-Canárias será uma má notícia não só para Portimão, mas para todo o Algarve, dado o sucesso que o navio estava a ter, ao nível do transporte de passageiros, veículos e carga».

Só no ano passado, o ferry da Naviera Armas, na sua ligação semanal regular entre Portimão, a Madeira e as Canárias, transportou mais de 22 mil passageiros, cerca de nove mil veículos ligeiros e 4.500 veículos pesados (carga rodada).

Esta ligação é considerada importante para a viabilização do porto de Portimão, que se tem vindo a afirmar como porto de cruzeiros, e que via na operação da Naviera Armas uma peça fundamental ao nível dos movimentos de passageiros e mercadoria.

Na base da decisão de acabar com a linha de ferry que, desde 2008, liga as duas regiões portuguesas, estão as dificuldades de operação no porto do Funchal, sobretudo depois de terem sido levantados obstáculos de segurança à utilização do novo ferry da empresa das Canárias, o «Volcan de Tinamar», que no verão passado chegou a estar em operação.

Além disso, segundo apurou o Sul Informação, o Porto do Funchal aumentou de forma «muito significativa», em setembro de 2011, as taxas de operação, o que desagrada aos armadores.

A nota enviada aos clientes não revela se este abandono inclui as ligações entre Madeira e Canárias. No entanto, desde 31 de março do ano passado que o armador opera uma ligação regular entre as Canárias e o porto de Huelva, na costa sul meditterânica de Espanha, pelo que se presume que o interesse da ligação Portimão-Madeira-Canárias está posto de parte.

Segundo o Diário de Notícias da Madeira, «os pilotos em serviço no Porto do Funchal elaboraram um relatório em que dão conta das suas preocupações em relação à manobra do novo navio no terminal ferry do Porto do Funchal, considerando não haver condições de segurança».

O novo navio «Volcan de Tinamar», considerado de última geração, tem cerca de 180 metros de comprimento, mais 25 metros que o ferry «Volcán de Tijarafe», que opera nesta linha desde 2008.

O «Volcán de Tinamar», que deveria ter entrado ao serviço em junho do ano passado, permitiria duplicar a capacidade de transporte de carga e de passageiros, passando das atuais 600 para 1200 pessoas por viagem.

Segundo anunciou a companhia em março do ano passado, o reforço de qualidade na ligação entre o Algarve, a Madeira e as Canárias justifica-se pelo acentuado crescimento da procura. Mas o braço de ferro com as autoridades madeirenses pode deitar tudo a perder.

.

Na Madeira, redes sociais preparam manifestação e PS pede inquérito

Na Madeira, o caso está a provocar inúmeras reações de desagrado e tornou-se no mais comentado das redes sociais.

O líder parlamentar do PS da Madeira entregou, esta manhã, na Assembleia Legislativa madeirense, um requerimento para constituição de uma comissão de inquérito, para clarificar as razões que levaram à saída definitiva do armador espanhol Armas da operação da Madeira. Os socialistas também querem apurar quais as iniciativas do Governo Regional para evitar este desfecho.

Por outro lado, segundo o DN/M, nas redes sociais, os apelos à indignação coletiva pretendem que, no próximo sábado ou na próxima segunda-feira, haja manifestações de apoio à Naviera Armas.

A entrada da Naviera Armas na operação da Madeira, com a ligação a Portimão, é classificada pelo PS madeirense como uma «pedrada no charco» que terá permitido demonstrar que «com outro modelo de operação portuária e reestruturando a forma como a Região tem conduzido a questão dos transportes marítimos, seria possível tornar este tipo de transporte bastante mais barato».

Uma das questões que está a ser sublinhada pelos madeirenses no Facebook e no Twitter é o facto de a operação do ferry entre a região autónoma e Portugal Continental ter permitido baixar os preços das mercadorias que entram na Madeira.

Por SulInformação

Categories: Algarve, Bizarro mas verídico!, Portimão, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , | 14 comentários

Bizarro mas verídico… Microsoft paga a coro Gospel para cantar tweets (sim, vindos do tweeter!)

Se escrevesse este título só com essa imagem acima, certamente não iriam acreditar… Por isso, felizmente (ou infelizmente diria eu!) alguém lá gravou em vídeo e resolveu partilhar a última estravagância da Microsoft…

É que é dificil explicar… Ok, comecemos… A grande feira de electrónica de consumo dos Estados Unidos (CES) está a decorrer, e a Microsoft, provavelmente com bastante inveja das honras de impressa que a  Samsung recebeu no ano passado (onde incluiu dançarinas na sua apresentação principal) resolveu este ano virar tudo de cabeça para baixo…!

(Ou então, há mesmo alguém na Microsoft que tem umas ideias muito estranhas de ‘diversão’…)

Fosse qual fosse a razão, ontem (segunda-feira), a meio da apresentação onde estava presente o grande-chefe Steve Ballmer simplesmente pararam tudo para deixar entrar o coro dos ‘tweets’!

Sim, o coro tos ‘tweets’! que cantava os tweets sobre a apresentação (publicado pelos fãs durante a mesma) à medida que iam aparecendo… Sinceramente, nada mesmo contra os cantores (esses foram excelentes!) mas as letras das ‘canções’ deixaram mesmo muito a desejar…!

Enfim, onde há muito dinheiro, pode haver muita bizarrice!

.

É mesmo caso para dizer: BIZARRO MAS VERÍDICO!

Categories: Bizarro mas verídico!, Curiosidades, Demasiado tempo livre a mais, Humor, Música, Tecnologia | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Bizarro mas verídico: 1 milhão de Euros que certamente não faria nenhum algarvio feliz…

Agora que temos a nossa Via do Infante com portagens, certamente que não será de todo inteligente gastar um milhão de euros num Bugatti Veyron… É que depois, ao nos recordarmos das portagens da Via do Infante, teriamos que pensar duas ou três vezes antes de levarmos o nosso investimento para a estrada nacional 125, ou para  a 124, ou para todas as outras “alternativas” que temos ao nosso dispor (ainda) sem portagem…

Enfim, aí, tornar-se-ia quase impossível fazer contestação às portagens! Seria même caso para dizer: Má que jê, mon…?

Vejam o vídeo e confiram os dados técnicos da bomba mais abaixo, para que consigam abster-se de semelhante investimento num ano de crise como este:

.

Bugatti EB 16-4 Veyron
Construtor Bugatti e Volkswagen Group
Produção 2005 – presente
Classe Super desportivo
Tipo de Carroçaria estrutura tubular, Fibra de carbono
Informações técnicas
Motor central, W16, 64 válvulas, tetraturbo
Caixa de velocidades 7 velocidades (DSG)
Distância entre os eixos 2,65 m
Comprimento (mm) 4,38 m
Largura (mm) 1,99 m
Altura (mm) 1,21 m
Peso bruto (kg) 1950kg
Consumo 2 km/l
Velocidade máxima 432 limitada a 410 km/h (por questões de segurança)
Depósito (l) 115
Outros dados
Preço: 1 milhão de Euros (mais coisa, menos coisa…)
Modelos similares CCX, Ultimate, Lamborghini Reventon
Categories: Algarve, Bizarro mas verídico!, Curiosidades, Demasiado tempo livre a mais, Humor, Momento de Basbaque, Tecnologia | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 comentários

Portugal na falência: Dois suspeitos de assalto, falsificação e tortura… Apanhados, mas logo libertados (!) – em Albufeira

Uma perseguição da GNR a uma viatura suspeita, em Albufeira, só terminou depois de um choque frontal com um camião.

Os dois ocupantes foram detidos. Tinham uma arma de choques eléctricos, parte de uma farda da GNR, ouro e vários objectos que indiciam a prática de assaltos. Mesmo assim, o tribunal decidiu libertá-los.

A viatura foi levada para o destacamento de trânsito, em Albufeira, para ser alvo de peritagens. Não está em nome dos detidos, mas não consta como tendo sido furtada.

Os homens não tinha documentos pessoais, mas com a ajuda do SEF, a GNR conseguiu identificá-los. São dois ucranianos de 34 anos. Sobre um deles, recai um mandado de detenção, sobre outro, um processo de expulsão do país.

fonte: Tvi24

 

Nota: Vale a pena comentar…?

Categories: Algarve, Alma do tempo, Banda desenhada, Bizarro mas verídico!, Demasiado tempo livre a mais, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Quem conduz na Via do Infante paga DUAS vezes, quem não conduz paga uma apenas!

Sim, é verdade, o título está certo! As portagens na via do Infante (A22) estão aí e, quer conduzam ou não nesta via rápida longitudinal do Algarve (é certo que não é uma auto-estrada!) será imperativo que se pague uma vez só pela respectiva portagem…

Sim, leram bem: mesmo os que não passam por lá, façam o favor de pagar uma vez só!

Porquê? Porque parece que a Parceria Público-Privada (PPP) assinada com a entidade concessionária da Via do Infante, obriga ao Estado Português a ‘garantir’ a passagem de um mínimo de “x” veiculos por mês com a respectiva cobrança de portagem…

Ou seja, haverá um valor mínimo mensal (garantido) a pagar à empresa concessionária, calculado através de uma pseudo-média hipotética de um valor (para já desconhecido) de “x” veículos por mês que, quer passem ou não pela Via do Infante, irão gerar receita à concessionária.

Assim, se não passarmos na Via do Infante, estaremos a garantir que nós (os contribuintes do tesouro do Estado Português) apenas pagaremos uma única vez pela portagem de uma estrada (que não utilizamos…!)

Portanto, em época de crise, recomenda-se contenção das despesas: Paguem apenas UMA vez a vossa portagem!

Categories: Algarve, Bizarro mas verídico!, Curiosidades, Humor, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Mais importante que o futebol, que o fado e que qualquer ‘F’ que venha a seguir!

Está a comover-me a história do resgate dos 6 pescadores das Caxinas (Vila do Conde)

Muitos de nós ainda não nos demos conta, mas sempre que comemos um robalo, uma posta de atum, umas sardinhas assadas ou um simples salmão na grelha… deveriamos recordar-mo-nos das pessoas que foram ao mar buscar essas iguarias e que colocaram as suas vidas em risco para o nosso deleite gastronómico… Esta imagem acompanhada do que vou escrever abaixo demonstra o meu estado de espirito perante esta história de (raro) sucesso:

6 (seis) pescadores (5 portugueses e um ucraniano) passaram 60 (sesssenta) horas dentro de uma balsa de salvamento à espera de resgate, sem comida e apenas com alguma água e medicamentos…

Os seis tripulantes da embarcação de pesca “Virgem do Sameiro” foram ontem de manhã resgatados com vida ao largo da Figueira da Foz, onde esperavam dentro da balsa salva-vidas a cerca de 12 milhas do cabo Mondego, tendo sido detectados por um helicóptero da Força Aérea às 11 da manhã.

E eu escrevi raro sucesso porquê? Porque o tempo que os pescadores tiveram para fugir para a balsa foi tão pouco que nem tiveram tempo para accionar as comunicações, e porque não havia GPS na balsa, fazendo com que eles se tivessem tornado literalmente num pequeno grão de areia no meio de um imenso deserto de água sem nada ao redor…

Até o presidente da Câmara de Vila do Conde (que há mais de 30 anos já tem o calo de ver alguns dos seus munícipes a serem engolidos pelas ondas do mar) reconheceu ter havido aqui ‘milagre’, tal é a raridade deste resgate!

A TVI24 diz:

A história do salvamento dos pescadores das Caxinas continua a marcar a actualidade nacional. Os seis homens estão bem a família muito feliz. O irmão do mestre da embarcação relata como é que o grupo sobreviveu ao naufrágio.

«Estão bem, mas psicologicamebte bastante afectados, pois estiveram perto de 60 horas à deriva mar, com circunstâncias atmosféricas adversas. É natural que estejam um pouco desidratados, com hipotermia, e agora estão a tentar reabilitar-se», disse Alfredo Coentrão aos jornalistas junto ao Hospital de Leiria.

«Quero agradecer à Força Aérea o esforço, muito obrigado a todos», disse, não escondendo a emoção.

«É muita hora sem comer, à deriva, por isso psicologicamente não estão bem», referiu, revelando alguns pormenores dos momentos de maior aflição: «O barco meteu água e quando se aperceberam a única solução

foi saltar para a balsa para se salvarem. Foi tudo muito rápido. Houve momentos em que tinham perdido a esperança. Ontem, ao fim tarde, passou um navio mercante por eles, eles mandaram um very light para o ar, mas não foram vistos. Durante a noite passou outra embarcação que também não os viu e por isso já estavam a ficar desanimados».Mas a esperança chegou na manhã desta sexta-feira: «Já estávamos todos a ficar desanimados, porque a cada hora que passa a situação piora. Até que chegou a Força Aérea e ficamos felizes pelo fim daquilo que poderia ser uma tragédia».Leiam (e vejam o video) aqui:
http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/pe…4813-4071.html

A sério…! 6 homens, 60 (sessenta) horas à deriva no mar alto, dentro de uma balsa que deve ter uns 4 metros quadrados (se tanto…!)

Já se imaginaram? 60 horas são dois dias e meio (1º dia / 1ª noite / 2º dia / 2ª noite e parte de outro dia!)

Quando comermos novamente um peixe (seja ele qual for) vamos recordar destes homens nesse momento!

É a melhor homenagem que lhes poderemos fazer!

Categories: Bizarro mas verídico!, Coisas Divinas, Pensamentos e Filosofias | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Portagens na Via do Infante começam a ser cobradas a 8 de dezembro de 2011

Vamos então deixar de dançar o corridinho e passar a dançar o Vira…?

Mas não é o “Vira do Minho”…! É o “vira da via do Infante para a Nacional 125”!

As portagens na Via do Infante vão começar a ser cobradas no dia 8 de dezembro, depois de hoje ter sido publicado, em Diário da República, o decreto-lei que institui a cobrança nas antigas autoestradas SCUT.

O diploma fixa, assim, a data a partir da qual se inicia a cobrança daquelas taxas e cria um regime de discriminação positiva para as populações e empresas locais, através da aplicação de um sistema misto de isenções e descontos, na A22 (Via do Infante), A23, entre o nó com a A 1 e o nó Abrantes Este, integrada na Concessão da EP — Estradas de Portugal e ainda na Concessão da Beira Interior, A24 (Interior Norte) e A25 (Beira
Litoral/Beira Alta).

O diploma hoje publicado em DR, depois de ter sido promulgado pelo Presidente da República no dia 16 de novembro, institui isenções e descontos para os residentes e empresas locais, que «ficam isentas do pagamento de taxas de portagem nas primeiras 10 transações mensais que efetuem na respetiva autoestrada» e«usufruem de um desconto de 15 % no valor da taxa de portagem aplicável em cada transação que não beneficie da isenção prevista na alínea anterior».

Para beneficiarem do regime de «discriminação positiva», os utentes, no momento da aquisição do dispositivo eletrónico associado à matrícula
ou da conversão de um dispositivo de uma entidade de cobrança de portagens em dispositivo eletrónico associado à matrícula (Via Verde), «têm de comprovar a morada da sua residência ou da sua sede, mediante a apresentação do título de registo de propriedade ou do certificado de matrícula, ou, no caso de veículos em regime de locação financeira ou similar, de documento do locador que identifique o nome e a morada da residência ou da sede do locatário».

O regime de isenções e descontos apenas vigorará até dia 30 de junho de 2012. Segundo o decreto-lei, «a partir de 1 de julho de 2012, a aplicação do regime de isenções e descontos previsto no artigo 4.º manter-se -á apenas para as autoestradas referidas no artigo 3.º que sirvam regiões cujo produto interno bruto (PIB) per capita regional seja inferior a 80 % da média do PIB per capita nacional», o que não é o caso do Algarve. Ou seja, após dia 1 de julho do próximo ano, acabam-se as isenções na Via do Infante.

Leia aqui o Decreto-Lei que institui a cobrança de portagens na Via do Infante: http://dre.pt/pdf1sdip/2011/11/22800/0509405100.pdf

 

(In Sulinformação)

Categories: Algarve, Bizarro mas verídico!, Portimão, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Bizarro mas verídico: Bono (vocalista dos U2) entrega 1,2% dos donativos para a caridade…

A fundação de combate à pobreza de Bono (vocalista da banda U2) não consegue explicar os seus resultados financeiros depois de ter sido revelado que apenas uma pequena percentagem do dinheiro que angaria atinge os mais necessitados.

A sua fundação ONE (organização sem fins lucrativos) recebeu quase 9,6 milhões de dólares em donativos em 2008, mas entregou apenas 283.000 dólares para boas causas (cerca de 1,2 por cento).

Os números publicados pelo New York Post também mostram que cerca de 5,1 milhões de dólares foram usados para pagar salários da equipa de 120 funcionários que compõe a Fundação ONE (uma média de 42.500 dólares por cada funcionário da fundação).

A tournée 360 que chegou ao fim como a mais lucrativa da história dos U2, com cerca de 376 milhões de dólares de lucro, fez os U2 encabeçarem a lista dos músicos que mais facturaram no último ano em todo o mundo.

Sabe-se que Bono está agora prestes a arrecadar mais cerca de mil milhões de dólares após o seu investimento de 220 milhões de dólares no Facebook há cerca de dois anos (verifiquem aqui) pois a famosa rede social que entretanto foi reavaliada em cerca de 65 mil milhões de dólares, fez com que a participação de Bono multiplicasse para valores astronómicos.

Para ler mais aqui.

Categories: Bizarro mas verídico!, Curiosidades, Demasiado tempo livre a mais, Publicidade traiçoeira, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 comentários

Pensamento para a semana 48 de 2011

Pensamento para a semana:

Ensina-nos o Tetris: “Os erros acumulam-se, o sucesso desaparece…

Categories: Bizarro mas verídico!, Curiosidades, Pensamento para a semana, Pensamentos e Filosofias | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Portugal na falência: 24 de Novembro de 2011 – Hoje é dia de greve (geral)

Temo que, no estado em que este país se encontra, e se a greve estiver a correr como anunciado, eis como será o futuro da nossa Assembleia da República em Portugal:

(os interesses comerciais e económicos a tomarem conta da política em Portugal…)

Categories: Bizarro mas verídico!, Curiosidades, História e Acontecimentos, Humor, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Portugal na falência: Como funcionam as cadeias de Grande Distribuição (hipermercados)

Encontrei um debate no Facebook que me deixou curioso… Pedi autorização ao autor da primeira mensagem, e estou a copiar na integra o seu texto:

Como funcionam as cadeias de Grande Distribuição

1. Exigem aos fornecedores contratos de fornecimento na base de 40.000 euros

2. Exigem aos fornecedores que lhes paguem o espaço que os artigos ocupam em lugares de destaque.

3. Exigem aos fornecedores repositoras e demonstradoras para venderem os artigos, pagos pelos fornecedores.

4. Exigem aos fornecedores que lhes paguem os folhetos

5. Exigem aos fornecedores que lhes paguem o espaço de eventuais expositores que queiram colocar nas lojas.

6. Colocam á venda os produtos muito abaixo do custo estrangulando a margem dos produtores e fornecedores.

7. Beneficiam de descontos de campanha.

8. Beneficiam de protecção de stock.

9. Têm Benefícios Ficais na Missão Sorriso.

10. Beneficiam com os Bancos Alimentares contra a Fome.

11. Beneficiam de apoio das autarquias em troca de mais valias.

Não é por mero acaso que o Algarve é a zona do país onde aumentou mais o desemprego, nem é por mero acaso que a agricultura e pescas estão em insolvência, é completamente impossível a qualquer PME ou ME trabalhar sem regulação de mercado.

Nota: Texto da autoria de Rui Manuel Branco

Categories: Algarve, Bizarro mas verídico!, Curiosidades, Pensamentos e Filosofias, Publicidade traiçoeira, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Aniversário: Hoje a república portuguesa faz 101 anos – Rica república, ou pobre república?

O pensamento desta semana (publicado na segunda-feira) versava sobre a eterna questão das monarquias ou das repúblicas como formas eficientes ou não de dirigir os estados.

Por diversos anos me questionei porque é que ainda existiam homens e mulheres que, aparentemente se debatiam (bem depois do 25 de Abril) pela causa monárquica. Pois julgo que os tempos de crise e austeridade em que vivemos facilmente nos demonstram que a necessidade incessante de procurar alternativas (e o direito de o poder fazer!) é um bem precioso que, pese embora o facto de não nos alterar de forma significativa a forma como vivemos, pelo menos obriga-nos a ponderar a forma como pensamos.

Lê-se nas enciclopédias que a implantação da república portuguesa foi o resultado de um golpe de estado organizado pelo Partido Republicano Português que, no dia 5 de Outubro de 1910, destituiu a monarquia constitucional e implantou um regime republicano no nosso país.

Aparentemente, a subjugação do país aos interesses coloniais britânicos, os gastos da família real, o excessivo poder da igreja católica, a instabilidade política e social, o sistema de alternância de dois partidos no poder (os progressistas e os regeneradores), a ditadura de João Franco, a manifesta incapacidade de acompanhar a evolução dos tempos e se adaptar à modernidade, terá levado a um tremendo processo de erosão da monarquia portuguesa do qual os defensores da república, particularmente o Partido Republicano, souberam tirar o melhor proveito, aproveitando o partido republicano para se apresentar como o único partido capaz de devolver ao país o prestígio perdido e colocar Portugal na senda do progresso.

Após a relutância do exército em combater os cerca de dois mil soldados e marinheiros revoltosos entre 3 e 4 de Outubro de 1910, a República foi proclamada às 9 horas da manhã do dia seguinte da varanda dos Paços do Concelho de Lisboa.

E já depois da revolução, um governo provisório chefiado por Teófilo Braga dirigiu os destinos do país até à aprovação da Constituição de 1911 que deu início à Primeira República. (primeira, porque actualmente vamos na terceira!)

De destacar que, entre outras mudanças, a implantação da república, obrigou à substituição dos principais símbolos nacionais, tais como o hino nacional e a bandeira.

Ao fim de 101 anos, permitam-me perguntar: terá valido a pena…?

Após a passagem por um breve trecho de 16 anos em que tivemos mais de 40 governos (sim, mais de quarenta governos em apenas dezasseis anos) precedidos por uma ditadura que perdurou mais de 40 anos (Salazar e Marcelo Caetano), e finalmente “libertados” por uma revolução que aparentemente devolveu a democracia ao povo, mas que, em menos de 30 anos, se viu forçada a pedir ajuda financeira externa já por duas vezes, munindo-se de “especialistas” das “troikas” do FMI (também eles estrangeiros) que impuseram regras básicas para o suporte vital da economia, da sociedade e da unidade nacional (perante o abismo que foi a ameaça da bancarrota), literalmente mostrando ao mundo que, em forma de república (até mais ver), nós portugueses, seremos ingorvernáveis por… portugueses?

Categories: Bizarro mas verídico!, Curiosidades, História e Acontecimentos, Pensamentos e Filosofias, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Portagens na Via do Infante começam a ser cobradas a 15 de outubro

As empresas concessionárias das quatro auto-estradas SCUT, entre as quais a A22/Via do Infante, já informaram o Governo que têm tudo pronto para dar início à cobrança de portagens.

Segundo o Jornal de Negócios, o assunto é discutido esta manhã em Conselho de Ministros e tudo indica que o Governo vá aprovar o início da cobragem de portagens no dia 15 de outubro, a mesma data em que, no ano passado, as três concessões do Norte iniciaram a cobrança.

Já recentemente a empresa Estradas de Portugal (EP) tinha informado já ter “tudo pronto” para poder cobrar portagens na Via do Infante no Algarve e nas SCUT das Beiras e Interior Norte.

Uma administradora da EP tinha assegurado, na Assembleia da República, durante a audição nas comissões parlamentares de Orçamento, Finanças e Administração Pública e Economia e Obras Públicas da Assembleia da República (AR) sobre uma auditoria à EP, que faltava apenas a “conclusão do processo legislativo”.

“Nós, EP, temos tudo preparado para começar com a cobrança de portagens”, garantiu a administradora Ana Tomáz, acrescentando que a empresa estava a aguardar a conclusão do processo legislativo necessário para o início do pagamento.

O início da cobrança de portagens previsto para 15 de outubro abrange a Via do Infante no Algarve (A22), e as SCUT do Beiras Litoral e Alta (A25), Beira Interior (A23) e Interior Norte (A24).

O início da cobrança das portagens nestas concessões chegou a estar previsto para 15 de abril, mas o anterior Governo socialista suspendeu a medida por considerar, baseado num parecer jurídico, ser inconstitucional um executivo de gestão aprovar um decreto-lei para introduzir novas portagens, respetivo regime de isenções e descontos.

Entretanto, quatro organizações estão a organizar uma nova marcha lenta contra as portagens na Via do Infante, marcada para 8 de outubro.

Intitulada “A Luta Continua Sempre”, a marcha é promovida pela Comissão de Utentes da Via do Infante, o Grupo Algarve (Facebook) – Portagens na A22 Não, o CFC – Movimento Com Faro no Coração e o Moto-Clube de Faro.

Os promotores afirmam encontrar-se «em contacto permanente com os espanhóis de Andaluzia, nomeadamente associações empresariais e principais partidos políticos, para a sua participação na referida marcha lenta».

A marcha lenta vai envolver «diversos tipos de viaturas, como carros ligeiros, motas e veículos pesados» e terá lugar dia 8 de Outubro, aniversário da primeira marcha lenta em 2010, entre as 14h00 e as 20h00, numa extensão de 120 quilómetros, envolvendo a EN 125 e a Via do Infante.

Segundo os promotores, haverá quatro pontos principais de partida: Altura (Castro Marim), junto à rotunda do Restaurante “O Infante”, na EN 125, pelas 14h00, Portimão, no Parque das Feiras, pelas 14h30; Tavira, rotunda dos Moinhos, (acesso à Via do Infante), pelas 15h00, e ainda Albufeira, em Valparaíso, pelas 15h00.

Todo este grande movimento irá confluir para o Parque das Cidades (Estádio do Algarve), daqui arrancando pelas 16h00 a caminho de Faro, passando pelo Patacão, rotunda do aeroporto, rotunda do Fórum Algarve e rotunda do Teatro Municipal, estando prevista uma grande concentração final do protesto frente ao Fórum, entre as 17h00 e as 18h00.

«Também irão ter lugar reuniões com associações e diversas entidades, distribuição de folhetos e cartazes, colocação de faixas e divulgação da ação com recurso às redes sociais», acrescentam os quatro promotores, acrescentando que «no dia 8 de outubro a luta social contra a injustiça irá acontecer no sul do país e toda a divulgação e mobilização serão necessárias».

(In Sulinformação)

Categories: Algarve, Bizarro mas verídico!, Portimão, Sociedade e Política | Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: