4 de Julho – Porque é o “dia da independência”?

No dia 4 de Julho de 1776, as 13 colónias que formaram os primeiros Estados Unidos (da América) ratificavam a declaração de independência no Congresso Continental, separando-se assim da coroa britânica marcando então o dia 4 de Julho como o “dia da independência”.

Entre as várias razões que mais contribuíram para a declaração de independência, destacam-se a exigência da coroa britânica em cobrar impostos (considerados exorbitantes para os colonos) como forma de financiar as guerras além fronteiras contraídas pela coroa real, com as quais os colonos ou não se identificavam ou não pretendiam ver perpetuadas.

Contudo, o facto mais marcante que ficou definitivamente marcado para a história como sendo a “gota de água”, foi efectivamente a Festa do Chá de Boston (Boston Tea Party) que marcou a revolta colonial contra a coroa britânica perante o favorecimento decadente da Companhia das Índias Orientais, (na altura à beira da falência) que detinha o monopólio do comércio de chá para as colônias americanas.

A “festa de chá de Boston” (como passou a ser conhecida) foi perpetuada por um conjunto organizado de colonos que, disfarçados de índios, atiraram ao mar todo carregamento de chá transportado pela Companhia das Índias.

De ora então, o dia 4 de Julho, marca o principal feriado nacional dos Estados Unidos da América.

 

Anúncios
Categories: Curiosidades, História e Acontecimentos | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: